“Continuo buscando, re-procurando. Ensino porque busco, porque indaguei, porque indago e me indago. Pesquiso para conhecer o que ainda não conheço e comunicar e anunciar a novidade”.

Paulo Freire


sábado, 11 de junho de 2011

Psicomotricidade: esquema corporal e aprendizagem–sugestões de atividades

  O corpo é o meio de ligação do individuo consigo mesmo, sua individualidade e  com o mundo. É uma tomada de consciência sobre si mesmo que tem seu início quando ainda bebê. A criança inicia o desenvolvimento perceptivo e descobre que através do seu corpo pode se comunicar com o mundo. Chora quando tem fome, sede, dor, sono… esse desenvolvimento permeia toda a sua existência, evoluindo e se transformando todo o tempo. Um desenvolvimento adequado do esquema corporal corresponde a uma maturação da motricidade, das percepções espaciais e temporais e da afetividade, que vão favorecer um bom desenvolvimento cognitivo de uma forma global e especificamente na aprendizagem da comunicação oral, escrita como do pensamento lógico e cálculo mental. Se há uma falha no desenvolvimento do esquema corporal vai haver falha no processo de interação do indivíduo consigo mesmo, uma vez que afeta a formação da personalidade.  Para cada ação motora há uma correspondência psicológica. Esse desenvolvimento que pode ocorrer de forma natural pode também ser estimulado. Da estrutura corporal o indivíduo forma uma imagem corporal constituída dos conceitos que criou do seu próprio corpo, suas partes e funções. Aqui se pode perceber a importância que há em se ter um bom conhecimento tanto das estruturas anatômicas, das relações que tem entre si, seus movimentos e funções com o conhecimento que precisa ter de si mesmo, de se situar no mundo, no espaço/tempo e relação com tudo e todos.
As crianças com dificuldades na aprendizagem podem apresentar um desenvolvimento psicomotor, se não tem, por exemplo, po domínio da estruturação de seu corpo e suas relações com o mundo no tempo e no espaço. Uma estimulação complementar á esse desenvolvimento é importantíssimo.
Em termos práticos, a relação que existe entre a capacidade de reconhecer a si mesmo através de seu corpo e se situar no tempo e espaço e a aquisição, por exemplo, da linguagem escrita consiste na compreensão que o aluno tem do processo de identificação da codificação da língua falada transpondo para a escrita, correlacionando fonemas e grafemas. O aluno percebe a palavra situando as sílabas, as letras e situando-as na forma convencional. Letras, sílabas, palavras, frases, estruturação do texto…  Se o aluno identifica as letras do seu nome, mas na escrita usa essas letras em posição aleatória, vai denotar uma falha no domínio do seu esquema corporal e localização espacial.
Alunos que apresentam dificuldades na aprendizagem sejam na estruturação da escrita ou do pensamento abstrato, e principalmente alunos com necessidades educacionais especiais vão apresentar uma falha no desenvolvimento da psicomotricidade, esquema e imagem corporal, orientação e estruturação espaço temporal e lateralidade.
Adequando á idade e ás necessidades educacionais, pode se realizar um trabalho de desenvolvimento da psicomotricidade.Veja o esquema corporal com as sugestões de atividades lúdicas que vão desde o básico á jogos e musicas que estimulam a construção dos conceitos:
· Identificar todas as partes do corpo;
· Conhecer as partes do corpo;
· Reconhecer os sentidos;
· Identificar e diferenciar as partes do próprio corpo como as partes do corpo dos amigos;
Através de atividades de:
rolar, agarrar, sentar, engatinhar, andar em um pé, andar sobre linhas…;
· Estimulação do raciocínio e da atenção;
· a Socialização
· a explorar ação dos 5 sentidos.
SUGESTÕES DE ATIVIDADES – ESQUEMA CORPORAL
Desenvolvimento psicomotor através da música e ritmo ( canto e dança gestual):
-desenvolvimento da sensibilidade, criatividade, do prazer de ouvir e cantar música, da imaginação, memória, concentração, atenção, autodisciplina, respeito ao próximo, regras, limites, esquema corporal, autoconhecimento, autoestima, interação social, reforço do desenvolvimento cognitivo / linguístico, psicomotor, e socioafetivo
As atividades musicais agem sobre a mente favorecendo a reação motora e qualquer movimento adaptado a um ritmo é o resultado de um conjunto completo de atividades coordenadas.
Desenvolvimento socioafetivo:
O aluno desenvolve e identifica sua identidade, percebe suas diferenças ao mesmo tempo em que interage com os outros. Através da autoestima, desenvolve o autoconhecimento com suas capacidades e limitações. As atividades musicais coletivas (meninos e meninas, por exemplo) favorecem o desenvolvimento da socialização.
Desenvolvimento da linguagem:
Através de jogos que envolvem a estrutura musical onde são exigidas a identificação e função das partes do corpo, a socialização e organização, a criança será estimulada á identificar em si mesma e aos outros.
Cantando e dançando, atividades musicais lúdicas que podem ser realizadas no próprio espaço da sala de aula: ou na área de lazer.
Por Júlia Virginia de Moura - Pedagoga
Referência:
Sociedade Brasileira de Psicomotricidade, criada em 1980.
Jean Piaget(1896-1980) psicólogo suíço. Ele e seus colaboradores publicaram mais de trinta volumes sobre os processos de construção do pensamento na crianças

Nenhum comentário:

Postar um comentário

. Não seja apenas um visitante. Deixe seu comentário. Este é um espaço de intercâmbio de conhecimentos Entre educadores, e não apenas de divulgação de informações e conteúdos PARA educadores